• Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square

Não faça para os outros, o que eles podem fazer sozinhos

1/5
Please reload

TRAUMA TEM CURA

1/6
Please reload

TEATRO ESPONTÂNEO COMO ABORDAGEM TERAPÊUTICA

1/10
Please reload

Fortaleça sua autoestima e supere o complexo de inferioridade

25/03/2019

 

Nós geralmente temos uma tendência a nos sentirmos menos do que os outros. O medo em que vivemos e a publicidade que nos rodeia nos fazem sentir menos bonitas, menos inteligentes, menos divertidas, etc. Se você se deixar levar por essas emoções e tudo o que elas proporcionam, você estará vivendo uma vida triste. Fortaleça a sua autoestima para evitar isso.

Eu sei que não é tão fácil fazer isso. Não se trata somente de se levantar da cama um dia e dizer “a partir de hoje nada vai me afetar”. Bem, você pode sim tomar essa decisão, mas infelizmente as coisas nem sempre saem como queremos. Por isso, fortaleça a sua autoestima seguindo estes passos e você vai ver que pouco a pouco o complexo de inferioridade vai deixar a sua vida.

Admita que você vive com complexo de inferioridade
Eu sei que reconhecer que é vítima do complexo de inferioridade é complicado, mas admitir que você tem este problema fortalece a sua autoestima de imediato. É claro que depois você terá que continuar trabalhando nisso, mas este é um passo essencial.

Procure identificar quando nasceu este complexo de inferioridade. A partir destes motivos será mais fácil criar uma estratégia de ataque contra o que faz você se sentir inferior.
Este certamente será um processo muito difícil e doloroso, mas lhe dará as chaves para definir o melhor caminho possível. Não tenha medo do que você pode descobrir, pense que é pior viver sem se aceitar e se amar assim como você é.

Identifique os sintomas do complexo de inferioridade
Sempre que você enfrenta alguma situação em que o seu complexo de inferioridade dispara, surgem sensações muito específicas, como náuseas, tremores, transpiração excessiva ou nervos.

Fortaleça a sua autoestima identificando essas sensações e tirando um minuto para analisá-las: De que situação se trata? O que ela faz você lembrar? Como ela limita suas ações? O que você pode fazer para continuar? Não fuja dessas sensações, elas são geniais porque lhe permitem reconhecer que você está enfrentando algo real e guiam até o caminho que fortaleça a sua autoestima.

Pare de enxergar o seu complexo
Fortaleça a sua autoestima tirando toda a sua atenção daquilo que causa o complexo. A grande maioria dos complexos nasce de características físicas que nos fazem sentir mal com nós mesmos, mas deixe-me contar um segredo: muitas vezes aquilo que nos deixa complexados é inexistente para os outros.

Veja a situação de fora e você vai perceber que isso é verdade. Aproxime-se de alguém com quem você tem um relacionamento excelente e pergunte se há algo sobre si mesma que a deixa complexada. Você vai descobrir que aquilo que parece tão grave para a pessoa não é nada demais para você, ou então você nem tinha percebido que existia. O mesmo pode acontecer no seu caso.

O que você precisa neste momento é dar menos importância ao que você não gosta. Imagine que isso não existe e siga a sua vida normalmente. A princípio você vai precisar se esforçar um pouco, mas essa atitude fortalece a sua autoestima com o tempo.

Preste atenção a algo positivo
Quanto mais tempo você passar pensando no que você não gosta e no que faz você se sentir complexado, menos disposto você estará para viver a vida. Siga em frente e fortaleça a sua autoestima com atividades que lhe agradem. Se atualmente você não tem nenhum passatempo, já é hora de encontrar um.

Fortaleça a sua autoestima
O pior que você pode fazer na sua vida é deixar de viver por causa do complexo de inferioridade. Você é uma pessoa interessante, com muitas qualidades que podem contribuir com algo para quem o rodeia. Não se feche para a vida nem deixe de conviver com os outros só porque você não gosta de algo em si. Todos nós temos defeitos dos quais não gostamos, mas o segredo para uma vida feliz é aprender a viver com eles.

Fortaleça a sua autoestima por você. Lembre-se de que a única pessoa que decide sobre a forma que você vive a sua vida é você. Prefere se esconder ou viver plenamente? Eu recomendaria escolher a segunda opção e viver cada dia como se fosse o último.

Fonte:http://amenteemaravilhosa.com.br/

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Categorias

Tipos de bullying nas escolas

1/10
Please reload