• Facebook Basic Square
  • Google+ Basic Square

Não faça para os outros, o que eles podem fazer sozinhos

1/5
Please reload

TRAUMA TEM CURA

1/6
Please reload

TEATRO ESPONTÂNEO COMO ABORDAGEM TERAPÊUTICA

1/10
Please reload

Amor próprio: a nova droga

28/01/2017

 

O que dizer sobre essa nova droga? Hoje faz cinco anos que estou na dependência dela. Quando comecei a usá-la foi difícil, não só para mim mas também para quem estava a minha volta… por causa dessa droga perdi amigos e familiares.

 

Eu sabia as consequências, mas estava disposta a pagar o preço. Estava revoltada com a vida e com todos. Antes de tudo, já sabia das consequências que aquela droga poderia me trazer, mas não esperava que isso poderia acontecer.

 

Cheguei a lugares aos quais não sabia que aquela droga poderia me levar. Essa droga me tirou tantas, tantas coisas… Inclusive afetou a minha saúde. Já se passaram 5 anos, e eu não passo uma hora sequer sem usá-la, bem que me avisaram que depois da primeira dose…

 

É um mundo sem volta! Você deve estar se perguntando: “que droga é essa?!” Que te fez perder amigos e familiares, que mexeu com sua cabeça tão forte, te levou nas alturas… uma droga totalmente diferente, que até mesmo afetou sua saúde.

 

 

Bem, o nome dessa droga é AMOR PRÓPRIO

Depois da primeira dose… você simplesmente se vicia, seu mundo muda, algumas pessoas a quem você chamava de “amigos” se afastam, porque quando você tem amor próprio você cresce na vida, e isso é motivo de inveja. Posso dizer o mesmo sobre alguns familiares.

 

E a saúde? Bem, você passa a não depender de certos medicamentos, como antidepressivos, remédios para estabilizar a pressão por conta do estresse… HOJE EU ESCOLHO O AMOR PRÓPRIO, E ISSO NÃO É UM ATO EGOCÊNTRICO. Eu te convido a experimentar essa droga, lhe garanto que não vai se arrepender, mas lembre-se de que depois da primeira dose …

 

 


Por:Gabrielly Gonçalves

 

Fonte:https://amenteemaravilhosa.com.br

 

Compartilhar
Compartilhar
Please reload

Categorias

Tipos de bullying nas escolas

1/10
Please reload